Benefícios do vegetarianismo: sem carne!

Benefícios do vegetarianismo

Muitas pessoas acabam se tornando vegetarianas porque não gostam muito de carne, porque não sentem falta ou simplesmente por uma questão ideológica. A ideia é que o consumo de proteína animal seja totalmente evitado, fazendo com que a dieta diária seja alterada por completo. Para falar mais sobre isso, separei alguns dos benefícios do vegetarianismo.

Se você está pensando em começar a reduzir o consumo de carne, saiba que precisa ir devagar. Uma mudança muito brusca pode ser extremamente prejudicial para o seu organismo. Aos poucos, vá substituindo a proteína animal pela vegetal, fazendo com que o seu corpo se acostume, mesmo que em um processo mais lento.

Benefícios do vegetarianismo: antioxidantes

Benefícios do vegetarianismo

Foram muitos os anos que antecederam as respostas para essa questão. Afinal, quais são os benefícios ao deixar de comer carne? Muito embora pareça ser algo impensável, principalmente para quem adora ir a um churrasco, é possível, sim, ter melhoria na qualidade de vida. Uma delas possui relação bem direta com os antioxidantes no nosso organismo.

Dentre as modificações orgânica que foram encontradas em estudos, pode-se lista a defesa proporcionada pela maior quantidade de consumo de antioxidantes. Os vegetarianos acabam por ter uma defesa imunológica ainda maior, principalmente em respostas contra as doenças que comumente nos atingem.

Os antioxidantes são os principais responsáveis por retardar o envelhecimento das células. Além disso, você pode manter a sua pele jovem por mais tempo, além de conseguir evitar uma maior quantidade de doenças banais como gripes e resfriados. O ideal é que o consumo seja moderado para não acabar causando um colapso no sistema imunológico.

Ainda de acordo com as pesquisas realizadas, é válido ressaltar que, quem tem uma dieta mais baseada em vitamina B12, consegue combater os radicais livres. Consequentemente, você diminui as suas chances de ganhar peso e, ainda por cima, pode impedir a contração de problemas no coração ou em outros órgãos vitais.

Perda de peso

Um dos fatores mais preocupantes para médicos e cientistas brasileiros se relaciona diretamente com o problema da obesidade. Dessa maneira, é necessário conseguir evitar o sobrepeso e, consequentemente, impedir que doenças ligadas à corrente sanguínea e ao coração sejam contraídas. Para isso, não basta apenas cortar o consumo de refrigerantes.

De acordo com os estudos populacionais registrados pelos cientistas, o Índice de Massa Corporal (IMC) foi bem menor em vegetarianos se comparados a pessoas onívoras, ou seja, aquelas que se alimentam com proteínas animais. No entanto, isso não significa, necessariamente, que a dieta vegetariana acabe por resultar em perda de peso ou emagrecimento.

É válido ressaltar que, segundo os dados que apontam os resultados anteriores, a redução no IMC pode estar diretamente relacionada com a questão de um maior cuidado com o consumo de alimentos. Além disso, pela ideologia da dieta, a saúde está sempre em primeiro lugar, inclusive quando o assunto são os exercícios físicos.

Também é muito importante lembrar que tudo vai depender da dieta escolhida por essas pessoas. Muito embora a dieta vegetariana possa ser, de fato, mais propensa ao emagrecimento, você precisará adotar outras medidas para conseguir perder peso de modo saudável. De nada adianta ser vegetariano e se entupir de batata frita.

Doenças de coração

Benefícios do vegetarianismo

Um dos grandes fatores que acaba por atingir a população brasileira está diretamente ligada ao colesterol alto. Esse é um problema extremamente preocupante, visto que pode estar ligado diretamente com a questão de problemas no coração e ao entupimento das artérias. Dentre os benefícios do vegetarianismo, é possível mencionar a redução do colesterol.

Na maior parte das vezes, o aumento desse índice pode estar diretamente relacionado com o grande consumo de gordura feito pelos não vegetarianos. Dessa maneira, o entupimento das artérias é uma realidade dura a ser enfrentada.

De acordo com os estudos realizados de uma maneira mais geral, os vegetarianos foram vistos como sendo os menos portadores das taxas de colesterol alto. Por meio disso, é possível presumir que eles se cuidam um pouco mais e evitam, a todo o custo, doenças do coração que podem ser facilmente evitadas ao eliminar o grande consumo de gordura.

Dentro desse benefício é possível citar um ainda mais importante: os vegetarianos possuem uma melhor resposta no processo contra a inflamação. Dessa maneira, eles tendem a ficar doentes por menos vezes ou, em alguns casos, quando ficam, acabam por passar bem menos tempo em recuperação.

Benefícios do vegetarianismo: combate à hipertensão

A pressão alta, assim como o colesterol alto, pode ser causada por vários motivos, mas um dos principais é o grande consumo de carne ou de sal. Por consumirem menor proteína, é válido lembrar que os vegetarianos, de certo modo, conseguem impedir que o consumo de sódio ultrapasse os limites estabelecidos para a normalidade.

Dentro das pesquisas, os menores valores de pressão arterial acabaram por apontar para os vegetarianos. Desse modo, podemos presumir que, além de se cuidarem mais, eles possuem a capacidade de controlar as próprias taxas somente pela alimentação.

Dentro de outras categorias que foram estabelecidas no estudo, como tabagismo e histórico familiar, ainda assim os vegetarianos tomaram a dianteira. Sendo assim, não fica nada difícil presumir que, por meio de um maior cuidado com a saúde, todos nós poderíamos ter uma vida mais saudável e de maior qualidade.

Prevenção do diabetes tipo 2

Benefícios do vegetarianismo

Diferente do Diabetes tipo 1, que é causado por problemas em histórico familiar ou coisas semelhantes, o Diabetes tipo 2, na maior parte dos casos, é trazido devido ao ganho de peso e, por isso, deve ser controlado ao máximo. De nada adianta adquirir sobrepeso e, ainda por cima, sofrer com diabetes.

No mesmo estudo já mencionado anteriormente, foi possível presumir que os vegetarianos possuem uma menor tendência a ter Diabetes tipo 2, principalmente por causa do controle da alimentação. Devido à quantidade de proteínas bastante reduzida em sua alimentação, os açúcares principais não são consumidos em excesso.

No entanto, é interessante prestar atenção em alguns tipos de alimentos. Há frutas que possuem uma grande quantidade de açúcar e, se consumidas em excesso, podem causar sobrepeso. Os vegetarianos não estão, de nenhuma forma, isentos de ganhar peso.

Veja mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *