Chá de camomila: benefícios e como tomar

Chá de camomila

Para muitas pessoas, tomar chá é quase uma maneira de se curar de qualquer tipo de problema. Por isso, falar a respeito das particularidades do chá de camomila é bastante importante. Além de ser um poderoso calmante, ele ainda traz inúmeros benefícios para a saúde, desde que usado do modo correto.

Feito por meio das folhas da planta camomila, o chá possui, comprovadamente, propriedades medicinais, que se aliam ao organismo para combater as cólicas, a ansiedade e as queimaduras na pele ou em outros locais do corpo. Sem dúvida alguma, é um eficiente remédio caseiro para quem precisa.

A importância nutricional do chá de camomila

Chá de camomila

De acordo com muitos médicos e especialistas da área, o chá de camomila não apenas traz tranquilidade e sensação de bem-estar como também apresenta outros tipos de importância nutricional. Dentre eles, está a presença dos flavonoides, responsáveis pelas ações anti-inflamatórias e antioxidantes. Dessa maneira, há a possibilidade de combate aos radicais livres para prevenir doenças degenerativas graves.

Outro componente de extrema importância, presente na camomila, é a cumarina. Ela tem como principal função ser antioxidante e antibacteriana. Dessa maneira, podemos impedir a manifestação de bactérias e doenças relacionadas a elas em nosso organismo. Ou seja, o chá é de extrema importância para nosso organismo.

Para finalizar, outro componente que encontramos em abundância nesta poderosa bebida é a vitamina A. Por meio dela, podemos obter benefícios relacionados à visão, além de garantir uma maior proteção para a córnea, evitando o seu ressecamento ou desgaste, relacionados à perda da vista.

Quais os benefícios do chá de camomila?

Chá de camomila

Bem como falamos, diante dos componentes presentes na camomila, é possível que encontramos inúmeros benefícios ao fazermos bom uso de seu chá. Por isso, para manter a linha de esclarecimento, trago algumas das principais funções relacionadas ao consumo responsável da bebida.

Calmante

Bem como sabemos, até porque nossos pais e avós sempre recomendavam, a camomila tem um efeito calmante e pode atuar fortemente em períodos de estresse. Isso ocorre devido à presença do flavonoide apigenina que não apenas trata desse sintoma, como também age diretamente na região do cérebro para causar melhorias.

Cientificamente falando, a camomila atua para que haja uma redução da ansiedade, além do estresse. Então, se você está passando por um momento complicado em que as suas noites de sono não são mais as mesmas, é possível fazer uso do chá para conseguir dormir tranquilamente e ainda reduzir os sintomas da condição.

Fim das cólicas

Durante o período menstrual, é muito comum que a maior parte das mulheres sofram com as cólicas. É claro que, por serem organismos diferentes, cada uma sofrerá com uma intensidade maior ou menor da dores, não podendo colocar tudo em um mesmo pote para fazer uma afirmação.

De toda a maneira, seja qual for a intensidade da dor, o chá de camomila é responsável por aliviar as cólicas, principalmente por sua atividade antiespasmódica. Isso significa que ela faz com que as contrações involuntárias dos músculos seja amenizadas, causando um pouco menos de dor.

Chá de camomila para o fim do inchaço

Outro grande problema pelo qual as pessoas passam é a sensação de inchaço. Além de causar um grande desconforto, ele pode se tornar um vilão na hora de colocar determinadas roupas, trazendo uma baixa autoestima para quem o faz. Para se livrar disso, a bebida pode ser a melhor solução.

Isso acontece devido à presença de camazuleno, um composto químico diretamente ligado à redução do inchaço. Além disso, ele também pode proporcionar benefícios para o fígado, fazendo com que haja uma eliminação de gordura com maior facilidade, associado à perda de peso gradual e saudável.

Melhorias na pele

Muito embora este benefício ainda esteja sendo estudado por especialistas, acredita-se que o chá de camomila traz inúmeros benefícios para a pele. Isso está ligado à flor de camomila e a todas às substâncias que são liberadas durante o preparo do chá, o que ainda precisa ser testado com maior profundidade.

De acordo com os resultados obtidos até agora, isso acontece por causa das propriedades anti-inflamatórias presentes na planta, fazendo com que os vasos sanguíneos se contraiam e reduzam a vermelhidão, arroxeamento e inchaço aparentes sobre a pele. Também é possível que a bebida ajude a reduzir olheiras.

Quantidade indicada do chá de camomila

Chá de camomila

Assim como o chá pode trazer diversos benefícios, também é importante que os contras sejam avaliados para que nenhum dano à saúde seja constatado durante a utilização. Por isso, a quantidade indicada para consumo é a que fica entre 3 e 12 gramas da planta, sendo estes preparados em 200 mililitros de chá.

Com relação ao seu consumo diário, o mais indicado para o chá de camomila é entre duas ou três xícaras. Caso esse valor seja ultrapassado, é importante ficar atento aos efeitos colaterais que poderão surgir, buscando tratá-los o mais rápido possível.

Como usar a camomila

Se você está buscando utilizar o chá, é interessante que uma colher de sobremesa da planta seca seja utilizada com cerca de 200 mililitros de água. Após ferver a água, adicionar a planta e deixar em infusão por 5 minutos. Em seguida, coar é a melhor opção.

Para utilizar como compressa, você pode utilizar o chá da mesma maneira que foi mencionada anteriormente. Sendo assim, você deve esperar que o líquido fique morno e, em seguida, pegar um pano bastante limpo, mergulhando-o no chá. Por fim, colocar suavemente por sobre os olhos durante alguns minutos e retirar assim que puder.

Contraindicações do chá

Assim como a maior parte dos chás, o de camomila também possui as suas contraindicações. Isso acontece devido à presença de alguns componentes específicos que podem trazer efeitos colaterais para pessoas que estão imersas em algum tipo de condição. Por isso, fique atento ao que será dito para evitar problemas maiores.

O chá de camomila não é indicado para as mulheres que estão grávidas, principalmente porque as suas propriedades podem levar ao aborto. Os usuários de remédios anticoagulantes também devem evitar consumir a bebida para que não haja nenhum tipo de complicação após o uso.

Veja mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *