Chá de erva cidreira: benefícios e como tomar

Chá de erva cidreira

Tomar chá, para muitos, é um verdadeiro alívio. Isso não é de todo uma mentira, afinal, o chá de erva cidreira é bastante requisitado para trazer um bem-estar melhor para a rotina de muitas pessoas. Mas você conhece todas as suas características e o porquê de ele ser tão importante assim para a saúde?

Essa planta tem cunho medicinal e é da mesma família do hortelã. Sua ação benéfica está mais ligada a gases, problemas estomacais e de relaxamento para quem anda com problemas de estresse. Para quem tem muitas cólicas no período menstrual, também pode ser muito eficiente.

Chá de erva cidreira: nutrientes

Chá de erva cidreira

Em sua composição, podemos encontrar muitos fitoquímicos, como os polifenois, terpenos, taninos, flavonoides, ácido cafeico citral e acetato de eugenol. São todos eles os responsáveis pelos efeitos rápidos e eficientes da erva. De uma maneira geral, apenas o ácido rosmarínico apresenta um efeito mais efetivo do que a própria vitamina E.

Com relação à ação antioxidante, sua importância está diretamente ligada ao combate de radicais livre, evitando, dessa maneira, o envelhecimento de nossas células. Com isso, por consequência, conseguimos evitar o câncer e muitas outras doenças de cunho degenerativo. As fibras presentes na erva cidreira também facilitam nossa digestão.

Benefícios comprovados da erva cidreira

Chá de erva cidreira

Bem como outros tipos de planta já foram estudadas, os cientistas também resolveram dar destaque à esta. Sendo assim, temos contato com alguns de seus benefícios comprovados por meio de longas pesquisas para saber se, realmente, é possível obter uma melhora apenas com o seu consumo.

Calmante

De uma maneira bem mais geral, quando consumimos o chá dessa planta, nós podemos obter os seus efeitos calmantes e sedativos. Desse modo, podemos diminuir os problemas relacionados à insônia, ansiedade e estresse acumulado de uma longa semana de trabalho. O óleo essencial extraído da erva é utilizado em aromaterapia.

Cólicas

Se você possui um fluxo menstrual intenso, muito provavelmente sofre com cólicas durante todos os meses. Muita gente acaba por ter dificuldades em levar uma rotina comum por causa disso e, por isso, acaba se prejudicando em afazeres muito simples. Embora haja diversas recomendações, quase nenhuma delas funciona.

Por isso, investir no chá de erva cidreira é a melhor opção. Ele alivia completamente os sintomas das cólicas menstruais, trazendo maior relaxamento para a região. Sendo assim, os tecidos não se contraem tanto quanto antes e aliviam as cólicas sentidas, sejam elas intensas, moderadas ou leves.

Melhora no estômago com chá de erva cidreira

Só quem tem problemas no estômago sabe o quanto pode ser ruim conviver dessa maneira. Isso acontece por inúmeros motivos, até mesmo o estresse. Ter dificuldades para defecar ou simplesmente ficar com a barriga pesada após todas as refeições são sinais de que há algo que não está funcionando corretamente.

O seu efeito sedativo e ansiolítico funcionam perfeitamente para estes casos de problemas estomacais, principalmente por conseguir cortar a dor. De todo o modo, mesmo que a dor no estômago seja causada por motivos de estresse, a erva cidreira ainda consegue lidar com ela de maneira muito eficiente.

Diminuição de gases

Ter problemas com gases pode ser verdadeiramente incômodo. Por vezes, quando ficam acumulados, podemos sentir fortes dores, como se agulhas espetassem a nossa barriga. Com o chá de erva cidreira, você consegue evitar facilmente este tipo de ocorrência. Isso ocorre pelo seu potencial de relaxar os tecidos.

Antioxidante

Sua ação antioxidante é mais do que comprovada. Por meio dela, podemos obter uma longa sensação de bem-estar, principalmente pela eliminação das toxinas. Além disso, por causa dessa característica, somos beneficiados com a maior produção de colágeno na pele, causando um efeito de rejuvenescimento.

Pressão arterial

Mesmo que ainda esteja em estudo, esse tipo de efeito causado pelo chá de erva cidreira já tem fortes indícios de veracidade. Por isso, a redução da pressão arterial pode ser uma das maiores características dessa planta, fazendo com que haja uma vasodilatação leve dos vasos sanguíneos nas periferias do organismo.

Colesterol ruim

Ainda em estudos, esse efeito pode fazer com que a redução do colesterol ruim aconteça. Isso estaria associado ao fator antioxidante da erva medicinal. Com isso, doenças cardiovasculares poderiam ser evitadas com muito mais facilidade, tornando a vida da maior parte da população mais saudável.

Chá de erva cidreira: como consumir?

Chá de erva cidreira

Agora que você conhece todos os benefícios do chá, é importante saber qual a maneira correta para consumi-lo sem trazer nenhum exagero. Quando passamos do limite, com qualquer coisa, podemos acabar trazendo os efeitos inversos, o que prejudica nosso organismo e piora os quadros de doenças.

Para consumir a erva cidreira, um chá em infusão é a melhor ideia. Utilize sempre entre 1 e 4 gramas da folha dessa planta, de preferência ainda fresca. Misture com 150 ml de água, ferva, e coloque as folhas no recipiente. Assim, abafe por 5 ou 10 minutos, coe e espere ficar morno. Após isso, basta tomá-lo, mas sem adicionar açúcar.

Quanto posso tomar do chá?

Existe um ditado popular muito sábio que diz “tudo demais é veneno”. Isso não foge à realidade dos chás. Alguns podem trazer efeitos colaterais graves caso consumidos em grande quantidade. Por isso, tomar cuidado e ter cautela acerca de tudo é a melhor opção antes de sair bebendo indiscriminadamente.

De acordo com a ANVISA, o correto é ingerir entre 1 e 4 gramas da folha para cada 150 ml de água. Dessa maneira, uma única pessoa pode ingerir, no máximo, de 2 a 3 vezes ao dia esse chá. Sendo assim, uma única pessoa não pode ultrapassar as recomendações de 12 gramas das folhas ou mais de 450 ml de chá.

Riscos do consumo em excesso

Chá de erva cidreira

Bem como falei de risco ao consumir excessivamente esse tipo de chá, cabe informar a respeito de quais são os efeitos colaterais para quem acaba fazendo o uso excessivo da erva cidreira. Dentre eles estão baixa frequência cardíaca e a baixa pressão arterial.

Sendo assim, o chá não é indicado para gestantes, lactantes e crianças menores de 12 anos. Quem tiver algum problema relacionado à hipotensão e hipotireoidismo também deve evitar o consumo do chá e da planta.

Veja mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *