Chá de funcho: vantagens e modo de tomar

Chá de funcho

Muita gente acaba por recorrer a alguns métodos caseiros quando o assunto é saúde. De todo o modo, é preciso ter cuidado e se informar antes de fazer a utilização de qualquer coisa, mesmo que esteja indicado na internet. Com o chá de funcho é a mesma coisa: tomar indiscriminadamente não vai trazer benefícios.

O funcho é uma erva doce de cabeça e, por isso, pode ser utilizado, também, como uma erva medicinal que ajuda a aliviar os sintomas de algumas problemáticas de nossa saúde. Ele pode ser antiespasmódico, diurético, analgésico e antioxidante, trazendo benefícios diferentes de acordo com a necessidade.

Chá de funcho: quais os benefícios?

Chá de funcho

Muito embora o funcho seja utilizado em formato de chá, ele também pode ser encontrado com muita facilidade dentro da cozinha. Além disso, também serve como ingrediente de base para alguns tipos de cosméticos. Com as características a seu respeito listadas acima, fica mais fácil saber o porquê de poder confiar nesta erva.

Bem como a maior parte dos chás que possuem seu consumo liberado, o chá de funcho também apresenta seus grandes benefícios. Se você chegou até aqui e acabou se interessando para saber quais são eles, continue a leitura e conheça um pouco mais a respeito desta erva de aparência exótica, mas com grandes poderes medicinais.

Cicatrização

Para quem possui alguns problemas para cicatrizar a própria pele, seja pela dificuldade de assimilação do organismo ou por alguma doença em específico, o chá de funcho pode ajudar. Seu efeito cicatrizante permite que a pele com feridas se feche pouco a pouco por meio de compressas ou, se preferir, em pomadas.

Contração do útero

Para as mamães de plantão que estão um pouco preocupadas com o próprio parto, principalmente se ele for natural, o chá de funcho permite que haja maior contração uterina, o que pode ser de grande ajuda na hora de ter o bebê e após esse evento, também.

Chá de funcho como anti-inflamatório

Para quem tem muitos problemas de inflamação, seja por algum tipo de alergia ou porque está em constante contato direto, a bebida pode ser facilmente utilizada para tratar as enfermidades inflamatórias, até mesmo aquelas que surgem em decorrência do câncer.

Eliminação de cólicas

Muitos bebês sofrem grandemente com as cólicas, o que faz com que eles fiquem bastante irritados e percam o apetite. Nenhuma mãe gostaria de ver seu filho em condições semelhantes e, por isso, a melhor opção para solucionar as cólicas é por meio do funcho, que tanto inibe as flatulências quanto as cólicas.

Combate à infecções

Por possuir agente antivirais em sua composição orgânica, o chá de funcho pode ser um verdadeiro amigo para eliminar infecções do corpo humano, principalmente porque ajuda a aumentar as defesas do sistema imunológico, blindando-o.

Chá de funcho para produção de leite materno

Algumas mulheres, ao terem seus bebês, sentem uma grande dificuldade na hora de produzir o leite materno. Claro que, para elas, é um instante desesperador, principalmente porque toda mãe quer poder ajudar o seu bebê no processo de alimentação. Consumido em chá de maneira adequada, ele pode influenciar em uma maior produção de leite.

Combate à problemas gastrointestinais

Para quem sofre grandemente com problemas no estômago e intestino, o chá de funcho é uma ótima opção. Ele permite um maior funcionamento do sistema digestivo e ainda auxilia em problemas como flatulência ou diarreia, eliminando-os por completo.

Ação antioxidante

Se você já leu os outros artigos presentes neste site, já deve saber que as ações antioxidantes permitem você a ter uma pele ainda mais bonita, firme e jovem. Por isso, quando você toma o chá de funcho, é possível renovar as células e combater os sinais de envelhecimento na pele.

Chá de funcho para refrescar o hálito

Para quem tem sérios problemas de estômago, que acabam sendo refletidos em mau hálito, a bebida é extremamente recomendada. A sua vantagem não para por aí, afinal, ela também proporciona uma dilatação nas vias aéreas, facilitando o processo de respiração.

Alívio da constipação

Para quem anda tendo problemas para ir ao banheiro e sofre bastante com isso, principalmente por causa das dores proporcionadas, o chá de funcho será um alívio, já que relaxa os músculos digestivos e ainda elimina as toxinas que estejam presentes pelo organismo.

Como usar o chá de funcho?

Chá de funcho

Agora que você já conhece todos os benefícios que podem ser ofertados com a utilização do chá e da erva, vamos saber qual é a melhor maneira de fazer esse consumo e de que maneira será necessário consumi-lo sem cometer exageros e experimentar de seus efeitos colaterais.

Assim como já foi dito anteriormente, o funcho não é utilizado somente na bebida, mas também na culinária. Isso acontece porque o seu aroma característico serve como um bom tempero para carnes, peixes ou saladas. Pelas propriedades medicinais, ainda é possível encontrá-lo em pomadas.

Para o chá de funcho, as recomendações são:

  • 1 colher das sementes da planta, 1 xícara de água fervente. Tampar, deixar amornar, esperar 10 ou 15 minutos e coar. Beber logo em seguida. O ideal é que seja consumido de 2 a 3 vezes diariamente.

Para o óleo essencial:

  • A recomendação é de tomar entre 2 e 5 gotas diluídas em água por várias vezes ao dia.

Para o xarope:

  • O recomendado é tomar entre 10 e 20 gramas ao dia.

É válido lembrar que a raiz, as folhas e o caule da planta podem ser utilizados sem maiores problemas, ajudando no preparo de peixes. O seu caule também é comestível e muito escolhido para acompanhar saladas.

Quando não tomar?

Chá de funcho

Essa é uma pergunta muito importante. Assim como todos os tipos de chá, o de funcho também possui as suas restrições e, caso ainda queira insistir em beber, a melhor opção é consultar um médico especialista para não acabar sofrendo com os efeitos colaterais do mesmo jeito.

Para as mulheres que estão grávidas ou amamentando, o seu uso não é recomendado. Além disso, fazer uso em excesso de suas propriedades pode causar complicações e reações alérgicas. Caso aconteça, a primeira providência é  ir até o hospital o mais rápido possível.

Veja mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *