Malefícios do refrigerante: porque não tomar

Malefícios do refrigerante

Não é de hoje que ouvimos falar que os malefícios do refrigerante existem, mas, mesmo assim, ainda continuamos tomando. Tudo bem que, uma vez ou outra, de maneira bastante moderada, é possível se deliciar com a bebida sem maiores problemas, mas há quem tome o refrigerante durante toda a semana, o que causa graves problemas.

O consumo regular de bebidas que contêm muito açúcar é bastante prejudicial não apenas para o seu estômago. Ele pode causar outros tipos de deficiência, inclusive a imunológica e, por isso, deve ser evitado sempre que possível. Abaixo, entenda um pouco mais a respeito do porquê não se viciar no produto.

Malefícios do refrigerante: hipertensão

Malefícios do refrigerante

A hipertensão é um problema que assusta muitas pessoas e, caso não tratada com seriedade, pode levar, até mesmo, a óbito. Sendo assim, quando você pensar em fazer um consumo exacerbado de determinado produto, tenha em mente que ele pode piorar o seu quadro de maneira bastante grave. É exatamente por isso que o refrigerante não é tão recomendado para consumo regular.

Em um estudo realizado, é possível afirmar que, se as pessoas que possuem o costume de ingerir muito refrigerante tomassem, pelo menos, uma lata a menos ao dia, eles poderiam fazer com que sua pressão sistólica reduzisse e, 1.8 miligramas dentro de um período de 18 meses. Esse estudo foi encabeçado pela Universidade Johns Hopkins.

Quando o açúcar é consumido em excesso, além do sódio, é possível dizer que a bebida causa sérios problemas ao tônus das veias que transportam o sangue para o corpo. Com isso, há o desequilíbrio da quantidade de sal no organismo, fazendo com que haja alterações na pressão.

Vício

Embora muita gente não acredite, é sim possível ficar viciado em refrigerante. Essa explicação parte do pressuposto que o nosso cérebro tende a se encantar pelo gosto adocicado da bebida e, se o seu consumo for regular, é muito provável que ele se acostume e peça sempre por mais. Para evitar isso, é necessário ficar de olho nos próprios hábitos.

O paladar, querendo ou não, tem a capacidade de ficar viciado em dulçor. Quando comemos açúcar, independente de ser refrigerante, é como se um sistema de recompensas fosse liberado em nosso cérebro. Sendo assim, os neurotransmissores ligados ao bem-estar ficam ativos durante a ingestão.

Muitas pesquisas acabam por apontar que os adolescentes com problemas de obesidade poderiam ter um problema no sistema cerebral, causado pelo alto consumo de açúcar. Dessa maneira, acaba se tornando quase impossível controlar a quantidade de bebidas açucaradas.

Dentição

Malefícios do refrigerante

Quando vamos ao dentista, é bem comum que eles nos perguntem a respeito do consumo de açúcar. Eles não estão errados ao questionar esse fator, principalmente porque são especialistas no assunto e sabem exatamente como lidar com ele de maneira direta. Sendo assim, é possível afirmar que o refrigerante é prejudicial aos dentes.

As bebidas gaseificadas e com um número alto de corantes e açúcar podem ser classificadas como as mais prejudiciais aos nossos dentes. Quando uma das camadas protetoras dessa parte acaba por se desgastar, ela abre um caminho enorme e muito direto para que outros problemas comecem a aparecer na região.

Não é apenas o açúcar que causa esse efeito. Os ácidos e corantes presentes também podem oferecer uma grave ameaça. Cáries, manchas e problemas na gengiva são apenas o começo para quem acaba por fazer um uso exagerado desse tipo de bebida que, querendo ou não, traz mais malefícios do que benefícios.

Malefícios do refrigerante: fígado

O nosso fígado é um órgão muito importante, que assimila gordura e permite que todo o resto do organismo funcione normalmente. Quando a sua carga de tolerância é excedida, problemas começam a aparecer e, consequentemente, causam uma diminuição na qualidade de vida.

Um dos grandes perigos oferecidos pelas bebidas como o refrigerante pode ser descrito como a esteatose hepática, ou seja, o acúmulo de gordura na região do fígado. Isso é muito perigoso e, se não controlado, pode acabar levando o indivíduo a óbito. Quanto mais nos descuidamos da nossa saúde, mais as doenças querem nos controlar.

O açúcar ingerido em excesso pelo nosso organismo acaba por se armazenar no fígado e, em seguida, é  liberado para a corrente sanguínea no formato de ácidos graxos. Isso significa que novas células de gordura estão se espalhando pouco a pouco. O nosso corpo absorve esses ácidos em diferentes órgãos e podem causar problemas de saúde.

Gordura

Malefícios do refrigerante

Assim como mencionado anteriormente, um dos principais problemas no consumo de açúcar está justamente na questão do acúmulo de gordura no corpo. Quando consumimos muito refrigerante, consequentemente estamos nos dispondo a engordar de maneira indiscriminada. O ideal é que possamos ficar no peso ideal.

Os ácidos graxos que foram citados no tópico anterior acabam por se espalhar nas mais diversas regiões, o que inclui os vasos sanguíneos. O consumo excessivo da bebida acaba por subir a taxa de triglicérides em circulação, uma gordura diretamente ligada à formação de placas nos vasos sanguíneos.

Caso essa situação se torne algo mais recorrente, é muito provável que os vasos atingidos acabem por apresentar entupimento. Isso é ruim e pode gerar doenças graves e, na maior parte dos casos, irreversíveis. Pesquisas apontam que o consumo da bebida diariamente aumentar em até 20% as chances de você ter um infarto.

Obesidade

Os malefícios do refrigerante também incluem, querendo ou não, a obesidade. Assim como você já deve ter presumido pelos tópicos mostrados anteriormente, o refrigerante faz com que células de gordura sejam disseminadas no corpo e, também, promovem o entupimento da circulação sanguínea.

O xarope de milho é um ingrediente bastante encontrado nesse tipo de bebida, principalmente porque ele é capaz de oferecer um forte sabor doce ao produto em questão, sem contar com o custo extremamente baixo para a sua produção. Há nele uma alta concentração de frutose e dulçor.

A respeito do ingrediente mencionado anteriormente, podemos dizer que ele é um dos principais responsáveis por uma epidemia de obesidade, principalmente quando falamos de criança. Quando a frutose é ingerida em excesso, pode acabar contribuindo com a aceleração de processos inflamatórios e afetando a saúde dos nossos vasos.

Veja mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *